Posts Tagged ‘comic

07
nov
08

noir posters: superhero movies.

o artista Timothy Lim aproveitou a onda de adaptações dos quadrinhos para o cinema, para reimaginar os posters de alguns desses filmes. utilizando o clássico estilo noir ele criou posters para os filmes Transformers, Spider-Man, The Dark Knight e Watchmen. dentre esses, apenas o último ainda não foi lançado, a data de estréia está prevista para 06.03.2009.

as imagens foram criadas juntamente com um parceiro de Lim, John Liem, e são totalmente vintage – noir, com frases ousadas e divertidas. dentre os super-heróis escolhidos, o Batman e os Watchmen combinam perfeitamente com o estilo, já que suas HQs tem forte presença do noir.

visite a página de Timothy Lim no DeviantArt aqui.

03
out
08

Yves Budin, the Sundance Kid.

jazz, jazz, jazz. essa é a grande inspiração do desenhista e artísta plástico belga Yves Budin, também conhecido como Sundance Kid.

ele cresceu desenhando, cercado por quadrinhos, até que leu “La Ballade de la Mer Salée”, uma história do grande clássico dos quadrinhos Corto Maltese, do mestre Hugo Pratt. para Budin, foi como um tapa na cara: logo em seguida ele destruiu todos os seus livros, o que chamou de “boulimie littéraire” (ou bulimia literária), salvando apenas Baudelaire, Rimbaud, Céline, Henry Miller, John Fante, Malcolm Lowry e Jack Kerouac. este último também teve um grande impacto na sua vida e o impulsionou a fazer uma grande viagem. durante a qual teve grande contato com a música, conhecendo Bowie, Iggy Pop, Syd Barrett, The Cramps, Kraftwerk… daí foi um passo para entrar em contato com o jazz, que se deu através das descrições magníficas dos clubes de jazz famosos ou não dos 50, feitas por Kerouac. o jazz que viria a ser a sua maior inspiração para realizar seus projetos artísticos.

fã confesso de Miles Davis, Yves Budin faz todo o espírito e a ideologia do jazz (e da música mais agressiva como um todo) transbordar de seus desenhos e pinturas. e ele não precisa desenhar um negro no auge da empolgação de uma jam session, tocando seu sax, para conseguir isso. ele consegue transmitir a atmosfera apenas desenhando um beco mal iluminado, à noite, por exemplo. todos os desenhos e pinturas, claro, possuem sua própria personalidade e esbanjam estilo.

Piano Fury by Yves Budin

"Piano Fury" by Yves Budin

Street Scene by Yves Budin

"Street Scene" by Yves Budin

Blow Man, Blow by Yves Budin

"Blow Man, Blow" by Yves Budin

Vesuvio Jazz Cafe by Yves Budin

"Vesuvio Jazz Cafe" by Yves Budin

Budin possui um livro, com várias de suas ilustrações sobre jazz, chamado “Visions of Miles”, publicado no ano passado, em Bruxelas, Bélgica. na ocasião do lançamento, houve uma exposição com os originais de algumas das ilustrações presentes no livro e exibição de filmes raros de Jean-Pol Schroeder sobre Miles.

como o próprio Budin citou, em um artigo: “because jazz is more than music, it is a way of life.”

19
set
08

cool covers vol.3

mais um álbum com uma arte de capa incrível. “Friend and Foe”, lançado em 2007, é o álbum mais recente do trio de rock experimental de Portland, Menomena. a arte foi feita pelo quadrinhista Craig Thompson, mais conhecido pela sua hq de 2003, “Blankets”. ele já recebeu, pelo seu trabalho com hqs, dois prêmios Eisner, dois prêmios Ignatz e quatro prêmios Harvey. atualmente ele trabalha no seu próximo projeto, intitulado “Habibi”.

o mais legal da arte do álbum é o fato de ela ser instável. há buracos no desenho da capa que permite que a parte de dentro do case seja visualizada. existem cerca de oito designs diferentes: quatro quando se tem o cd dentro do case e mais quatro quando o cd está no player. além de outras pequenas váriações possíveis rodando o disco quando ele está dentro. o desenho, bem detalhista, mostra uma grande quantidade de criaturas, palavras e interações, tudo conectado e com apenas alguns pontos coloridos.

em 2007 o álbum recebeu uma nomeação ao Grammy para melhor box ou pacote.

Friend and Foe cover by Craig Thompson.

Friend and Foe cover by Craig Thompson

17
set
08

Charles Burns @ Adam Baumgold Gallery

peças assinadas pelo aclamado desenhista Charles Burns estão expostas na Adam Baumgold Gallery, em NY. esta é a primeira exposição solo em NY de Burns e inclui cerca de cinquenta peças feitas nos últimos 25 anos.

entre as ilustrações mostradas estão capas e desenhos da obra prima de Burns, a graphic novel de horror  “Black Hole”. além de desenhos feitos para várias revistas (incluindo a The New Yorker e a Esquire), como os desenhos de William Burroughs e Robert Crumb, feitos por ele.

as caracteríticas de seus desenhos estão como ponto destacado na exposição. geralmente monocromáticos, feitos usando apenas tinta preta eles seguem uma linha cheia de nostalgia da cultura pop e horror bleak. geralmente tematizando adolescentes e suas descobertas sexuais, mutações, pragas e violência. misturando o horror com uma beleza sublime.

Charles Burns ficou conhecido na revista americana dos 80, Raw. onde suas histórias em quadrinhos “Big Baby” e “Dog Boy” eram publicadas periodicamente. seus desenhos únicos já apareceram também em publicações como Rolling Stone, The New York Times, The Believer e também na capa do álbum “Brick by Brick” de Iggy Pop.

New Yorker (1994) by Charles Burns

"Frankstein & Dracula: New Yorker" (1994) by Charles Burns

Black Circle (2000) by Charles Burns

"Black Hole endpapers: Black Circle" (2000) by Charles Burns

Girl with Tail (1997) by Charles Burns

"Black Hole cover: Girl with Tail" (1997) by Charles Burns

Living in the Ice Age (1999) by Charles Burns

"El Borbah: Title Page: Living in the Ice Age" (1999) by Charles Burns

onde? quando?

Adam Baumgold Gallery, 74 east 79th Street, 10075 – New York, NY
de 05.09 > 12.10.2008
horas: Terças-Sábados: 11:00 > 17:30

21
ago
08

KinokoFry by Rebecca Clements.

australiana, atualmente morando no Japão, tem 25 anos e adora desenhar. Rebecca Clements resolveu transformar um hobby em algo sério. ela investiu nas suas habilidades de desenhista e atualmente trabalha como cartunista e ilustradora. no começo desse ano, ela criou o um site para postar os seus quadrinhos, chamados de KinokoFry.

os desenhos dela tem muita personalidade e tendem a seguir uma característica muito própria. é fácil identificar um trabalho de Clements só pelas cores ou pelos traços. os quadrinhos também seguem a mesma linha e envolvem histórias com joaninhas, galinhas e cogumelos, muitos cogumelos. porém, há também histórias alternativas, semi-biográficas, intituladas “Me & G”, onde a própria Rebecca contracena com God.

no próprio site oficial do KinokoFry, ela vende os prints originais de algumas ilustrações e alguns dos quadrinhos. além do site, Clements mantém um blog pessoal, atualizado esporadicamente com alguns textos ou ilustrações novas.

Robs Bee by Rebecca Clements

"Rob's Bee" by Rebecca Clements

Egg Man Doctor Who by Rebecca Clements

"Egg Man Doctor Who" by Rebecca Clements