Posts Tagged ‘painting

04
dez
08

Pin-Ups by Mel Ramos.

Mel Ramos (1935) é um artista norte-americano que participou ativamente do movimento da Pop Art. e, como tal, juntamente com artistas como Andy Warhol, Roy Linchenstein, James Rosenquist e Claes Oldenburg, produziu peças artísticas que celebravam itens da cultura popular representados pela mídia de massa. porém, a sua individualidade estão nas pin-ups.

a grande maioria das pinturas de Ramos retratam pin-ups interagindo com algum objeto ou produto ícone em tamanho exageradamente grande. os objetos denotam a forte influência da propaganda na pop art, e são vários os ícones usados por Ramos para suas pinturas. além da clássica Coca-Cola, estão também Toblerone, cigarros Vantage, GE, Mc Donald’s, 7 Up etc…

as suas pin-ups geralmente estão totalmente nuas, pois seus principais trabalhos datam de 1959 em diante, época em que as pin-ups já apareciam despidas sem (maiores) problemas. pelo nível de detalhismo, suas pinturas são classificadas como superrealismo.

Anúncios
17
out
08

“New Paintings for Modern Times” @ ocontemporary.

hoje, 17 de Outubro, acontece a inauguração da exposição “New Paintings for Modern Times” do pop artist Gerald Laing na ocontemporary, em Londres. a exposição segue até o dia 15 de Novembro e a proposta é mostrar as novas pinturas de um dos maiores pop artists britânicos, a maioria nunca expostas antes.

essas novas pinturas buscam o estilo clássico da pop art. e muitas delas, como é costume de Laing, são compostas com fotos de celebridades publicadas em tablóides. no passado, ele já usou fotos de Brigitte Bardot e Anna Karina, mas a principal musa inspiradora dessa vez foi Amy Winehouse. “O que chama a minha atenção é a combinação do maravilhoso poder gráfico da imagem de Amy e os eventos extraordinários e quase míticos de sua vida”, disse Laing.

além de Amy, a exposição conta com pinturas de fotos de Kate Moss e de Victoria Beckham, e também algumas pinturas protestando contra a guerra do Iraque, feitas em 2005.

The Kiss II (2008), by Gerald Laing

"The Kiss II" (2008), by Gerald Laing

onde? quando?

ocontemporary gallery – 193 Wardour Street, W1F 8ZF – Londres
(020 7494 4111)
de 17.10 > 15.11.2008
horas: Segundas-Sextas: 10:00 > 18:00; Sábado 11:00>17:00

03
out
08

Yves Budin, the Sundance Kid.

jazz, jazz, jazz. essa é a grande inspiração do desenhista e artísta plástico belga Yves Budin, também conhecido como Sundance Kid.

ele cresceu desenhando, cercado por quadrinhos, até que leu “La Ballade de la Mer Salée”, uma história do grande clássico dos quadrinhos Corto Maltese, do mestre Hugo Pratt. para Budin, foi como um tapa na cara: logo em seguida ele destruiu todos os seus livros, o que chamou de “boulimie littéraire” (ou bulimia literária), salvando apenas Baudelaire, Rimbaud, Céline, Henry Miller, John Fante, Malcolm Lowry e Jack Kerouac. este último também teve um grande impacto na sua vida e o impulsionou a fazer uma grande viagem. durante a qual teve grande contato com a música, conhecendo Bowie, Iggy Pop, Syd Barrett, The Cramps, Kraftwerk… daí foi um passo para entrar em contato com o jazz, que se deu através das descrições magníficas dos clubes de jazz famosos ou não dos 50, feitas por Kerouac. o jazz que viria a ser a sua maior inspiração para realizar seus projetos artísticos.

fã confesso de Miles Davis, Yves Budin faz todo o espírito e a ideologia do jazz (e da música mais agressiva como um todo) transbordar de seus desenhos e pinturas. e ele não precisa desenhar um negro no auge da empolgação de uma jam session, tocando seu sax, para conseguir isso. ele consegue transmitir a atmosfera apenas desenhando um beco mal iluminado, à noite, por exemplo. todos os desenhos e pinturas, claro, possuem sua própria personalidade e esbanjam estilo.

Piano Fury by Yves Budin

"Piano Fury" by Yves Budin

Street Scene by Yves Budin

"Street Scene" by Yves Budin

Blow Man, Blow by Yves Budin

"Blow Man, Blow" by Yves Budin

Vesuvio Jazz Cafe by Yves Budin

"Vesuvio Jazz Cafe" by Yves Budin

Budin possui um livro, com várias de suas ilustrações sobre jazz, chamado “Visions of Miles”, publicado no ano passado, em Bruxelas, Bélgica. na ocasião do lançamento, houve uma exposição com os originais de algumas das ilustrações presentes no livro e exibição de filmes raros de Jean-Pol Schroeder sobre Miles.

como o próprio Budin citou, em um artigo: “because jazz is more than music, it is a way of life.”

06
ago
08

cool covers vol.1

o Fleet Foxes, quinteto vindo de Seattle, descreve a sua música como “jams pop harmônico-barrocos”. talvez por isso a capa do seu álbum de estréia lançado em Junho desse ano, auto-intitulado Fleet Foxes, desmonstre claramente uma referência bucólica e barroca. quem ouviu sua música, bastante influenciada pelo folk, pelo indie e pelo rock sessentista, sabe que uma coisa completa a outra.

a pintura é de Pieter Bruegel. cada uma das pessoas retratadas tem um significado, se juntando e formando a pintura completa, num conjunto coeso.

Fleet Foxes cover by Pieter Bruegel

Fleet Foxes cover by Pieter Bruegel